segunda-feira, 7 de novembro de 2011

papai noel e descanso

tem papai noel em tudo o que é esquina.

você vai em shopping center, supermercado, lá está o tal velhinho, o gorro vermelho, algumas vezes até rudolph! no metrô ele também aparece, propagandas e propagandas falando nele, dizendo para adiantarmos nossas compras pra não nos sobrecarregarmos em dezembro. você acredita nisso? estamos em novembro. quando eu digo que o tempo urge pouca gente me entende. o natal tá aí, ano novo esperando na porta.
e eu quero viajar, eu quero ir pra praia, quero dormir na rede enquanto a família toda joga conversa fora ou dorme na beira da piscina, no sofá da sala, na cama errada do quarto. por que quando penso nisso tudo fica tão distante? acho que faz milênios que não descanso. o corpo anda pedindo arrego, semana passada eu parecia um zumbi saído da série the walking dead, me arrastando. não fosse suficiente, achei necessario pegar também uma super infecção na garganta, e lá vem antibiótico de novo, o corpo pedindo ainda mais cama, colo, filme na televisão. e eu não faço nada. fico aqui olhando para o computador tentando juntar uma frase com a outra para o trabalho, mas tudo vira rascunho. fico olhando o relógio passar lentamente, dá meia-noite mas não dá cinco horas. e ao mesmo tempo, o tempo voando, 2012 vindo pro abraço.
cansei de tentar entender o tempo.
eu to cansada, entende?

12 comentários:

Larissa Bohnenberger disse...

Entendo! E bastante!

Milena M. disse...

ENTENDO! Seria injusto dizer que no momento me sinto assim, porque como comecei a faculdade apenas no segundo semestre e fiquei 6 meses em casa. Mas antes disso, o cansaço me acompanhava muito de perto. Até demais.
Mas fico bem dividida. O descanso é muito bem vindo, já o Natal. Argh, esse eu não gosto e ponto. Mas que venha o seu merecido descanso, Flá!

E pode deixar, quando eu terminar Gilmore Girls, vou dar uma chance a Grey's Anatomy!
Beijo!

Nina vieira disse...

Eu também te entendo. Às vezes quero dar uma quebra nessa rotina típica de fim de ano. Bate um desespero, mais um fim de ciclo, mais uma confraternização...

Jéssyka disse...

acho que todo mundo passa por isso.

L.H.C disse...

quando tem-se muito tempo livre, começa a ficar chato, não ter nada a fazer, quando se vive sobrecarregado a impressão é que não vamos conseguir aguentar de cansaço, e encontrar o meio termo disso que é bom ninguém consegue, como lidar? O tempo é realmente muito difícil de entender, acho que a única coisa a fazer é aproveitar cada segundo que se tem nessa vida, sem tentar entender.

Renata Bittes disse...

Acho que todos que estão nessa etapa da faculdade passam por isso. Mas calma porque você, com certeza, vai ter o descanso que merece =)

Fernanda. disse...

É assim. Quando estamos sobrecarregadas o tempo passa rápido pois nem o vemos passar de tão ocupadas. Mas ao mesmo tempo parece não ter fim pois estamos cheias de trabalho. Beijos

Retrato em Branco e Preto disse...

Que logo logo você possa desfrutar desse descanço que tanto merece.

Um beijo!

'Lara Mello disse...

O fruto desse textos é exatamente esse, cansaço =/

Sorte! =)

del disse...

Sabe por que a gente cansa tanto? Porque sempre tentamos ultrapassar o tempo, dá uma rasteira nele. Ao invés de deixá-lo transcorrer naturalmente, marcamos coisas no calendário, entramos em parafuso, estressse, e quando vemos: BUM! O ano inteiro passou e só corremos atrás do nosso próprio rabo.

É de assustar mesmo essas decorações natalinas que invadem novembro. Ainda mais com todas tão quentes, se como aqui nevasse nessa época!

Luna Sanchez disse...

Se entendo, Flá...

Um beijo.

Isadora disse...

cadê férias, né?