quinta-feira, 14 de novembro de 2013

as doze coisas que abrilhantam meus dias

Quem lê os últimos posts deste blog deve achar que minha vida está uma porcaria e que mal estou conseguindo me aguentar viva. Em alguns momentos eu realmente fico cabisbaixa e perguntando ó, céus, ó vida. Mas na maior parte do tempo, choquem-se, eu sou uma pessoa extremamente feliz! Minha amiga amada Analú sabe disso e acho que até para me lembrar do quanto a felicidade pode ser simples, me passou esse meme fofo que eu me sinto em total condições de responder. Vamos falar de coisas que abrilhantam o meu dia:

1. Escutar uma música que eu amo sem querer no rádio. Eu não sei como é a rádio da cidade de vocês, mas aqui em São Paulo parece que quando o povo descobre uma música deixa tocar no repeat quase que sem parar. Assim, adoro quando estou pegando o carro as sete da manhã e de repente algum radialista incrível faz tocar Let it Be dos Beatles, ou Somewhere Over the Rainbow. Fico com a certeza de que será um dia feliz.
2. Receber telefonema inesperado de alguém querido. Em tempos de whatasapp ligação é prova de amor. Assim, quando uma amiga, amigo, primo, ou qualquer pessoa decide que precisa ouvir minha voz ou contar uma novidade por tel, fico feliz e saltitante!
3. Passar de fase no Candy Crush. Já que o tema é tecnologia, quem foi o filha da mãe que inventou este jogo viciante? Eu me segurei pra não entrar na onda até tipo, duas semanas atrás, quando minha priminha pediu ajuda pra passar de fase no tablet dela. Baixei no meu celular e só falto soltar rojão quando passo de nível em fase difícil. 
4. Encontrar uma pessoa desconhecida educada. A gente dá passagem pro pedreste e ele nem te olha na cara, cumprimentamos a moça do caixa e ela só diz o preço da conta, comentamos do tempo com o taxista e ele corta o assunto. Ô surpresa boa quando a gente vê gente da espécie educada te agradecendo, dando bom dia e falando do tempo. Não estou sozinha!
5. Perceber que consegui mostrar que o Inglês não é um bicho de sete cabeças. Quem é professor entende que nos sentimos responsáveis pelo sucesso de grande parte dos alunos. Quando dou uma aula e percebo que a maioria dos meus alunos entenderam o tópico estudado, fico no céu. E é sério.
6. Encontrar uma frase incrível. Lendo um livro, passeando pelo facebook ou pelo tumblr, assistindo um filme ou em uma conversa com os amigos. Adoro escutar frases que não tem melodia, mas são quase música de tão poéticas.
7. Ler. Faço isso todo dia mas quando tenho um tempo para ler meu livro fico tão feliz! Ainda que o livro seja uma porcaria, o fato de tê-lo ali no meu silêncio, eu e este universo paralelo me faz sentir que por píor que possa ter sido meu dia, de alguma forma, ele terminou bem. 
8. Comer comida japonesa. Temaki e hot roll com tarê são pedacinho do paraíso na terra e tenho certeza disso. Rodízio então... é o paraíso na terra. 
9. Ganhar presente do nada. Aqui em casa fazemos um pouco disso e é muito comum mamãe aparecer com um anelzinho que achou minha cara, ou minha irmã trazer uma case nova para o celular. Mais do que o presente em si, o fato de ser lembrada é tão bom!
10. Me deparar com um programa bom despretensiosamente  Por que, né? Vamos combinar que a televisão brasileira não está lá uma maravilha. Então quando estou zapeando e vejo que Chegadas e Partidas está só começando, ou que a Fátima Bernardes está discutindo a homossexualidade de maneira aberta e linda às dez da manhã, vejo o sorriso brotar no rosto. 
11. Fofura de criança. Não precisa ser nem os meus pequenos da família, podem ser os meus alunos, ou um bebê na fila da padaria. Fala sério, tem coisa melhor do que ver uma criança feliz?
12. Estar com as pessoas que eu amo. Pode ser um encontro com os amigos, um jantar com a família em casa no sofá, ou um final de semana na praia. Estar inteiramente - de corpo, alma, conversa e coração - com as pessoas que eu amo, é com certeza o maior motivo de brilho na minha vida. 

Quero saber dos brilhos das vidas das queridas Larie e Mi, mas no fundo adoraria saber um pouco de todo mundo então quem quiser... compartilhe!

6 comentários:

Ana Luísa disse...

Amiga, simplesmente amei sua lista! Genial essa da música tocando na rádio sem a gente esperar, eu também amo muito. E nem vou comentar sobre passar de fase no Candy Crush, porque... né?
E você tá lendo o Chamado do Cuco!! Comprei! Me conte o que tá achando??
Beijos!

Luana disse...

Sua lista eh tao boa que nao sei nem se faria diferente... talvez trocaria fofuras de criancas por fofuras de gatos... =)

Bandys disse...

Oi Fla,
Me identifiquei com quase tudo.
Não tenho lido atualmente embora esteja cheia de livros que não li.

Estar com crianças eu adoro. Fiz um trabalho voluntario numa creche só com bebes, nossa foi muito bom.

Estar com pessoas que a gente ama ée simplesmente demais.

Adorei saber um pouquinho mais de vc.

Beijos :)

euretrato disse...

Eu me identifiquei com os seus doze motivos. Não sou professora, mas gosto quando consigo que alguém consiga entender alguma coisa que antes pensava ser um bicho de sete cabeças - não é sempre, mas quando acontece é muito bom. A música no rádio também muda o rumo do meu dia de um jeito mágico.

Sumi, mas voltei.
Um beijo.

Bruna Gabriela disse...

Muito boa a sua lista.
Passar uma fase no Candy Crush é o máximo. Fico dias na mesma(risos).
Na vida temos altos e baixos, e eu pelo menos não pensava que a sua vida estava totalmente ruim. É fase, passa e você vai passar por ela de cabeça erguida. Conselho: Valorize as pequenas coisas, fazem o dia ser melhor e ajudam a superar os problemas.
Beijoss.

Anônimo disse...

"Por favor, não me analise
Não fique procurando
cada ponto fraco meu
Se ninguém resiste a uma análise
profunda, quanto mais eu!
Ciumenta, exigente, insegura, carente
toda cheia de marcas que a vida deixou:
Veja em cada exigência
um grito de carência,
um pedido de amor!

Amor, amor é síntese,
uma integração de dados:
não há que tirar nem pôr.
Não me corte em fatias,
(ninguém abraça um pedaço),
me envolva todo em seus braços
E eu serei perfeita, amor!"

Mirthes Mathias