quinta-feira, 24 de março de 2011

ideia inconsciente

tive um sonho doido esta manhã, quando tirei um cochilo entre a faculdade e o trabalho. sonhos são sempre malucos, sem pé nem cabeça, mas acho que este passou de todos os limites. fiquei pensando o quanto eu mesma não me induzi à tê-lo, uma vez que ele é uma coisa absolutamente impossível de acontecer na vida real. me lembrei das milhares de aulas de psicologia que eu tanto adorava no começo da faculdade. todas elas fizeram ainda mais sentido, acordei até com vontade de trocar letras por psicologia como futura segunda faculdade.
vai saber o que o sonho quis me dizer, ou o que eu quis dizer pra mim mesma ào tê-lo. mas fico realmente impressionada com o fato dele ter sido tão real e comprido, uma vez que eu só dormi por uma hora. vai entender, nem terapeuta eu tenho mais pra me analisar, aí as coisas acabam ficando assim, no ar. mas do jeito que o sonho grudou em mim desde que eu acordei, estou começando a ficar com medo de sonhar de novo no meio da noite. e aí fico me naquelas de "quero ou não quero?"
essas ideias incoscientes me assustam...

Nenhum comentário: