quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Fim de ano


Final de ano é uma contradição não é mesmo? Ao mesmo tempo que a gente olha pra trás e vê tudo que aconteceu longe e distante, ficamos com uma sensação cada vez mais forte de que tá passando tudo cada vez mais rápido. E aí sempre rola um sentimento de "será que eu fiz tudo certo?"

Eu sinceramente acho que esse ano tudo correu muito bem, mas vou deixar esse tema pra depois. Hoje eu quero falar de final de ano para geral. Essa correria, os presentes que a gente ainda precisa comprar, as pessoas que a gente não pode esquecer de ligar, e pra nós mulheres ainda tem toda aquela preocupação enorme de fazer tudo isso com classe e beleza. É no mínimo complicado.

Além disso querendo ou não nessa época já tá todo mundo muito saturado. Todos já trabalharam o ano inteiro, poucos tiveram muitas folgas e vai dando um desespero de "quando é que isso vai acabar". É daí que surgem comentários cada vez mais comuns de que este ano foi terrível, não estou aguentando mais, acaba logo. Estamos cansados de ouvir isso.
Não sei se eu cresci ou se as coisas simplesmente mudaram enquanto eu crescia, mas o fato é que acho o Natal hoje uma coisa muito menor para as pessoas. Tá todo mundo preocupado em dar e ganhar presentes e lidar com o primo chato que vai vir pra ceia - como traz a capa da Vida Simples desse mês.

Vai ver que é por isso que eu gosto mais de ano novo. Tenho sentido falta das luzinhas de natal iluminando as casas, daquela animação no rosto das pessoas quando falam da ceia. Será que isso acontece em todo e qualquer lugar ou é só com as pessoas que eu ando convivendo?

Nenhum comentário: