sexta-feira, 8 de maio de 2015

posse

daqui a pouco tudo que é meu 
será seu
minha coleção de canecas
meus preciosos livros
e o lado direito da cama

muito em breve tudo que é seu
será meu
suas garrafas verdes da heineken
as tais contas do imposto de renda
e seu dedo anular da mão esquerda

serão suas minhas noites de insônia
meus erros, meus acertos
minhas vitórias
meus medos
e receios


serão minhas tuas noites de sonhos acordados
tuas conquistas, teus fracassos
teus planos
seus melhores
e piores anos

mas então,
enquanto o futuro não chega -
e depois ainda de ele chegar –
pego minha alma pela mão,
enquanto ela própria carrega meu coração,
e me entrego sem bandeja. 


peço, num quase sussurro:
toma. pega. guarda. cuida.
minha alma
nua.
tua.


4 comentários:

livroseoutrasfelicidades disse...

Juntar os trapinhos? Juntar a vida, as dores e amores? Desejo felicidades mil!

Manueli L Dias disse...

Acabei de conhecer o teu blog, e já estou encantada! Muito lindo e boa sorte nesta "posse".

K. disse...

Acompanho o seu blog faz anos. Muito bom acompanhar seu amadurecimento. eu era muito nova quando comecei a ler seus textos (tinha uns 15 anos) e eles me ajudaram demais.

se interessar ler textos de gente bem leiga: www.un-loving.blogspot.com

Anônimo disse...

Qnd td "seu" não for mais só seu.. Lembre-se do que te faz "você". Não há nada melhor do que poder conpartilhar com alguém absolutamente tudo de bom e ruim que você tem sem esconder nada.
Mas não conheço desvaneio maior do que perder a identidade e não conseguir se achar quando for necessário.
Que seja ainda mais feliz, fort, e uma pessoa melhor ao somar o seu com o dele. Mas guarde sempre lá no fundo a essência do que te faz você.
Afinal "nós" é a soma de indivíduos. Saiba, cultive e aumente sempre o valor que sua parte tem para que este "nós" seja sempre maior, mais forte e completo
Bonsoir