sexta-feira, 20 de junho de 2014

ele

ele é todo correto.
do começo ao fim. se eu tivesse desenhado, mil rascunhos não teriam dado uma obra prima assim. é o corte de cabelo certo, requinho atrás, mas com volume em cima para poder agarrar na hora do beijo. é o perfume gostoso, fresquinho mas marcante, desses que fazem a gente querer dar fungada no pescoço, olhar no olho e dizer: "meu Deus como você é cheiroso!". é o sorriso. os dentes certinhos em linha reta que me deixam com vontade de rir também, e que me dão vontade de perguntar quanto tempo ele usou aparelho e quem é a dentista para fazer trabalho tão bem acabado. é a altura, o modo como posso usar um salto de sete centímetros e ainda ter que inclinar o rosto um pouco para o alto pra alcançar a sua boca. e é claro, é a barba. cerrada do jeito certo e bem desenhada dando esse ar de Homem, assim mesmo, com h maiúsculo. que lembra os jogadores da iália. ou os gregos. ou os guerreiros espartanos. que passa segurança.
mas acima de tudo são os atos. o jeito como ele pega na minha mão despreocupadamente ao entrar em qualquer ambiente. ou ainda como ele pousa as mãos na minha cintura antes de puxar a cadeira para eu sentar no que eu ainda não decidi se é um ato cavalheiresco ou um simples modo de dizer quem manda. na dúvida, adoro os dois. assim como adoro a pontualidade. "às sete para você está bom?". "acho que sim". e às sete horas ouvir o c3 preto parando na frente de casa, segundos antes de uma mensagem chegar avisando "acho que alguém tá te esperando aqui na porta." ou ainda a sensibilidade, o fato de ele não só escutar músicas, mas de ouvi-las e de querer compartilhar o significado de suas palavras e melodias com todo o mundo e especialmente comigo. e de não ter preconceito se é rock, samba, reggae ou sertanejo - desde que faça bem para o coração. é a maneira como ele gosta de conversar, sobre a copa, o último jogo do Uruguai, as coxas do hulk, a moda das chuteiras coloridas, o preço dos uniformes, a alta dos impostos, o melhor restaurante japonês de são Paulo. e de se interessar pelo que eu penso, ponderar o que eu acho, considerar os meus pontos e rir de como sou desafinada cantando a última música do belo.
acho que é um pouco de tudo.
o sorriso.
o rosto.
o gosto.
a altura.
as mãos dele na minha cintura.
o medo.
ah, o medo. o que ele sente e o que eu sinto. e as palavras que não saem, pois a prudência permite que apenas os olhos digam: o medo só não é maior que a vontade.
é de verdade. acho que me apaixonei por você.

14 comentários:

Kamilla Barcelos disse...

Como não apaixonar por este texto seu?
Vi a paixão em cada palavra sua!
Adorei!

Fer Castro disse...

acho que me apaixonei pelo seu texto.

<3

Mª Fernanda Probst disse...

Que coisa linda de se ler. Que amor bonito de sentir.

Acho que me apaixonei pelo seu texto #3

Lindo, leve, sincero. Amei!

Ana Luísa disse...

Amiga, amei esse texto e estou tão curiosa e animada com ele que já estou abrindo sua janela no whatsapp para saber com detalhes <3
Amo você apaixonada FELIZ!
Amo você!

Vulgo Emilie disse...

uau, até fiquei sem palavras aqui. nem sei o que comentar, a não ser o que todas falaram acima: que bonitinho!

Rick disse...

Esse cara é tão perfeito que chega a ser chato só de tão certinho. E como não se apaixonar? Parece fabricado, sem nenhum defeito de fabrica...

Bjos,

Aline disse...

Que lindinho.

Gabriela Freitas disse...

E eu acho que me apaixonei por esse texto.
Que bonito amor, Flá ♥♥
~suspiros~

http://www.novaperspectiva.com/

Tary ♥ disse...

Eu estou metade encantada com esse texto e metade rindo do comentário da Analu, porque estou indo AGORA no whatsapp da senhora por motivos de: quero saber tudo disso aí!

Beijos, amiga linda <3 Amo muito você! Saudade!

M. Borges disse...

Minha vida resumida em um texto só, é por esse e outros tantos motivos que a tua escrita me encanta e que tenho esse com um dos meus blogs preferidos. Você escreve com amor desse modo enchendo a gente de amor também.

Lindo, lindo, lindo!

beijão, Flá.
eraoutravezamor.blogspot.com
semprovas.blogspot.com

Mayra disse...

Que texto meigo e fofinho! Adoro ler essas coisinhas fofas que você escreve, principalmente pq eu jamais teria coragem! hahahaha
Fico feliz por você!!
Abraços

Camila de Paula disse...

Ai que coisa mais linda! Tão sensível e tão verdadeiro, ainda que a gente pense que pode não existir pessoas que nos despertem isso. Ainda bem que sim!

Adorei, deu vontade sair procurando alguém assim! rs

carolda disse...

Que texto mais lindo <3
Você descreveu tudo tão bem que consegui enxergar a silhueta desse "ele".
Aproveite e viva bastante essa paixão.

Um beijo

Bruna Morgan disse...

ahhhh, texto gostoso de ler!

meu blog ♥