segunda-feira, 3 de setembro de 2012

mais um (post) de amor

três anos atrás eu me deitei pra dormir acordada, suspirando pelo que passou.
eu ainda não sabia discernir se aquilo era sonho ou realidade. "Deus finalmente me ouviu?", "chegou o momento mais esperado da minha vida?", "será que vai dar certo?" e "será que eu estou tão feliz que estou mesmo flutuando?" eram as perguntas que mais habitavam cada pedaço de mim. era uma dose de adrenalina tão grande quanto eu nunca sentira, permeada por uma porção de insegurança de medo de perder o que lutara tanto para conseguir, medo de te ver me escapar pelos dedos, escorrendo feito água. eu já não poderia suportar, mais uma vez não.  eu estava tão em êxtase que acabei me beliscando umas treze vezes só aquela noite, sadomasoquista que era, tentando meu mundo real pra saber se tudo aquilo estava mesmo acontecendo.
estava. você apareceu mesmo com aquela camiseta do flamengo (sempre escolhendo o time errado) no meio da estação santana de metrô, me olhando e dizendo que me amava e que me queria de volta e que queria namorar comigo. a gente não voltou a ficar, a gente reatou, atamos de vez o nó que sempre foi nosso relacionamento e cá estamos nós até hoje. eu tive medo, tive medo de que tudo aquilo fosse só mais um dos meus sonhos em que você vinha correndo desesperado dizendo que não conseguia mais viver sem mim. não queria dormir porque tinha medo, medo de ser um sonho ao contrário e acordar no dia seguinte e ver tudo desmoronar. mas cá estou eu, três anos depois, olhando pra você, admirando cada milímetro do seu rosto, contando cada pinta da sua pele com a certeza no peito de que você é meu, eu sou sua, e que nossa história faz inveja pra muito roteirista de cinema. meu orgulho por nós dois só não é maior do que esse amor.
aí fico aqui olhando pros roxinhos do meu braço, testamento da nossa realidade de sonho. hoje não sou eu quem me belisca mais. você faz isso quando me abraça endoidecido e sem noção da força que tem dizendo "como eu te amo menina do car***". eu me apaixono todo dia amor. e é (sempre, inteira, completa e devotamente) por você. feliz dia três.

obs: caras amigas blogueiras, desculpem-me pela overdose de amor aqui no blog. mas aqui escrevo tudo do que meu coração está cheio. beijucos!

11 comentários:

Gabriela Freitas disse...

Já disse muito aqui, que amor bonito o de vocês.
parabéns por esses três anos, no dia 3, que ainda venham muitos outros anos e textos bonitos como esse.

Kal Cavalcante disse...

aaa que amor, parabéns por isso, não são todos que conseguem amar assim tão intensamente, alguns porque não são capazes e outros por não terem oportunidade. Agradeça todo dia!

Ana Luísa disse...

Ah, pois eu nunca vou achar que todo esse amor por aqui é 'demais'. É DEMAIS, isso sim! Eu amo tudo o que você escreve, mas esses textos são disparadamente os meus preferidos!

Nina disse...

Amor que se faz necessário é mesmo aquele cultivado, relembrado e reconstruído a cada dia. Amor é um pouco de batalha, de guerra fria, de amar cada vez mais para superar o ontem.
Estou adorando essa fase sua. Não precisa se desculpar. Beijão.

Letícia Giraldelli disse...

AAAAAAAAAH :O
Vocês voltaram? Que post lindo!
Que vontade de sentir o amor correr em minhas veias também...


Marina Melo disse...

Ainda sonho com esse sentimento que enche o seu coração. mas o que consola é saber que quem sente tudo isso é alguém que eu tenho um carinho ENORME, você!
Seja feliz amiga e aproveite cada momento da felicidade!

Anna Vitória disse...

Escreva mesmo, Flá, e eu fico de cá só suspirando e ansiando pelo dia que Deus vai realizar aquilo que venho pedindo e eu vou me beliscar e ver que vai ser verdade. Vida longa a esse amor tão lindo!
beijos

Antônio LaCarne disse...

super cool, clean e sensível o teu texto. de uma maravilha q salta aos olhos. ;)

Renata Bittes disse...

Ahhh que delíciaaaa esse amor!
Feliz dia 3 pra vcs! O meu dia feliz é o dia 20 =)

Aline Netto disse...

Coisa linda!
E nunca se desculpe pelo excesso de amor, querida!
Parabéns pela sua conquista!

Bjs
http://divasa.wordpress.com/

Karine Tavares disse...

Teu blog é lindo!Parabéns!
Vem conhecer o meu:

leiakarine.blogspot.com