segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

doce ilusão

quando você vem, vem sorrateiro.

vem no meio da noite, enquanto eu durmo e se deita ao meu lado. as vezes sinto que você me assiste dormir, o cotovelo apoiando a cabeça, os olhos enormes fixos a me observar, sua respiração bem perto de mim, eu sentido seu hálito quente. e então quem abre os olhos sou eu e nos vejo. nos vejo de mãos dadas em uma praia comprida que tem montanhas dos dois lados e é enorme, com uma areia fofa e macia. somos só nós dois e mais nada. a água clara e o som do mar. outras vezes estamos em um quarto branco, sem móveis, só uma cama enorme com lençóis maiores ainda e colchão fofo. tudo branco, muitos beijos e pele. sinto até seu cheiro, sua boca carnuda, minha boca cor de rosa. tem até música de fundo. somos só nós dois. há ainda, vezes em que nos vejo em uma viagem, europa talvez, com malas de rodinha e mochila nas costas. parecemos gringos, felizes, buscando um lugar para passar a noite. um hotelzinho simples, estilo retrô, em uma rua sem saída. as avenidas do percurso vazias, somos só nós dois. fecho os olhos e quando os abro de novo já é dia e você não está mais do meu lado. sinto seu cheiro antes de entrar no banho e me vejo sorrir pelo espelho. você vai me acompanhar o dia inteiro.

11 comentários:

Del Santana disse...

quantos quilos de amor e paixão tem nesse texto? :} bem, acho que o suficiente para todos os que por aqui passarem ;)

que texto lindo, Flá.

quando o amor é assim, forte, verdadeiro, em qualquer momento estamos pensando em quem amamos (imaginando cenas lindas, como as que você descreveu); sentimos a presença dessa pessoa, mesmo que ela esteja longe :)

beijinho

Juliana Biagi disse...

Lindo!

Ana Luísa disse...

Ai, mais um dos seus textos apaixonados que me fazem flutuar!

Retrato em Branco e Preto disse...

E não poderia existir um dia mais feliz!

Um beijo!

Renata Bittes disse...

Existem dias melhores do que aqueles que são só a gente? Ela e ele?

Pode ser que fiquem o dia inteiro sem fazer nada em casa e mesmo assim é muito bom. Pq a companhia completa.

'Lara Mello disse...

O amor através dos teus olhos, amei! ♥

Prazer, Pam disse...

Tudo de bom esse texto! Ah como eu queria.. [um hotelzinho simples, estilo retrô, em uma rua sem saída.] simples e bonito =)

Abraço ;*

Desirée disse...

aquela presença que não permite que a gente se sinta só, por que sempre tem uma parte da pessoa, por menor que seja, com a gente.

M. disse...

Inseparável leveza do ser

Stella Rodrigues disse...

Como é aconchegante esse texto.

Larie disse...

Awn, que texto mais apaixonado, Flá!
Muita ternura em algumas palavras. Quero um amor assim! =)

Beijos