domingo, 27 de novembro de 2011

e se isso for algum defeito por mim tudo bem

você tem uma mania insuportável de não saber reconhecer seus erros.

é sempre a mesma coisa, eu te peço para por favor você se colocar no meu lugar e você cruza os braços, olha para o lado oposto, faz bico e me chama de criança. logo eu que quero ter uma conversa civilizada! além disso é só você perceber que está errado que logo corre pra resgatar erros que eu cometi há dois meses, quatro, cinco anos! simplesmente não consegue escutar minhas críticas construtivas, olhar para si próprio e tentar melhorar.
fome, calor e sono são coisas que realmente te tiram o humor. ao contrário de todas as pessoas do mundo, você consegue ver mais graça num dia de chuva do que em um dia de calor, pois você não suporta temperatura alta. sono então! dormir menos de oito horas para você é mais que um sacrifício: é um sacrilégio! ver o seu time perder ou adiar a comemoração da conquista de um campeonato também não é fácil pra você. faz com que você queira se trancar em um quarto e tente resolver os seus problemas contra o videogame.
são defeitos e são só alguns entre tantos que você possui. e tudo bem. você entende? eu aguento. eu consigo entender que perceber um erro faz com que você se sinta impotente ou menor, e que você é um homem e que vocês resolvem as coisas diferentes e que d.r, por mais carinhosa que seja, sempre será um porre. mesmo quando você reclama de tudo (do calor, da fome, do sono) eu consigo ver naqueles olhos furiosos uma parte sua, que é tão minha e que eu amo tanto, tanto, que eu quase quero roubar pra mim. e eu também entendo que você prefira jogar videogame sozinho de vez em quando - porque perder para mim sempre não deve ser fácil.

você vê? eu vejo todos os seus defeitos, eu consigo identificá-los, colocá-los em caixas, catalogá-los com etiqueta e tudo. mas eu não quero jogar nada no lixo. eu consigo guardá-los em um compartimento meu e esperar você abri-los pacientemente. afinal de contas, amar as qualidades é fácil. e eu te amo por inteiro.

9 comentários:

Letícia Giraldelli disse...

Texto muito bem estruturado pra variar um pouco né Flá?!
Achei uma graça e aposto que o teu guri amou mas ficou chateado por você dizer publicamente que sempre ganha dele no vídeo game! hahahahaah morri!


beijo

Ana Lu disse...

É isso aí, Flá! Amar não é amar apesar dos defeitos, e sim, por causa dos defeitos, afinal de contas, ninguém é perfeito!
Beijos!

Renata Bittes disse...

Nossa, Flávia, que lindo!
Nesse fim de semana msm tive momentos estranhos... Vc lerá no e-mail.
Mas assim como reconhecer os erros, às vezes o melhor mesmo é tirar um tempinho pra si e curtir sozinho né?

No meu caso, às vezes as brigas acontecem pq um acaba sufocando o outro de querer tá toda hr junto. Mas como são dois indivíduos, tem que haver o respeito mútuo.

Por mais que o amor seja lindo, o relacionamento não é de só uma pessoa né?

Meu namorado anda viciadinho nesse tal de video-game.. rs

Kamila disse...

Mas, é justamente isso que é amar de verdade. A gente ver os defeitos do outro e saber respeitar e amar a pessoa do mesmo jeito! :) Belo texto!!!

Cristiana Drumond disse...

Gostei muito do seu texto , principalmente do último paragrafo. Eu achei lindo , exatamente como eu penso, amar a pessoa por inteiro , qualidades e defeitos , bjos :*

aline disse...

afinal, o que seria do amor sem os defeitos?

Gabriela Freitas disse...

É isso que faz provar o que é amor verdadeiro, amar os defeitos é a grande prova?!
Lindo Flá.

Laís disse...

Estar apaixonado é amar a pessoa por pensar que ela seja perfeita.
Estar amanado é realmente amar as pessoas pelo que ela é, qualidades e defeitos.

Lindo o texto!

Beijos ;**

quaresma. disse...

as pessoas tem defeitos, mas quando a amamos eles se tornam o de menos, o que não quer dizer que os defeitos delas desapareceram, né?! ;D

beijas, moça ;*