quarta-feira, 18 de maio de 2011

sumindo

eu tenho medo de mudar.
este é um defeito que eu consigo enxergar com clareza. é só me olhar no espelho pra ver mil dedos me apontando ele na cara, nos gestos, em cada minucioso disfrace que ensaio. e aí entro no uol e leio: Ansiedade é o pior de todos os males, diz especialista. Há! Jura, campeão? quando cê descobriu? porque o negócio aqui dentro de mim é antigo, e eu to velha de saber disso. aí junta o péssimo com o todos os males e dá em mim hoje. veja só que beleza!
a verdade é que toda vez que eu engulo sinto um nó, bem aqui no meio da garganta, do tananho de um novelo de lã incômodo, grande e nada agradável. e - ah como eu queria - mas a verdade é que dessa vez nada tem a ver com o tempo, que resolveu ser inverno em pleno outono, mas sim com o medo, e eu tenho vergonha, porque há quem diga que só sentem medo os covardes. prefiro acreditar que toda coragem tem um bucado de medo, mas isso não vem ao caso.
o caso é que eu sinto medo das coisas mais absurdas, e talvez essa seja a verdadeira causa da minha vergonha. ter medo de coisas assim, tão bobas.



e sabe, parando pra pensar agora, vergonha tem muito a ver com aquele olhar de canto, com andar camuflado, escondido. é. tudo que eu queria agora era um esconderijo....

7 comentários:

Ana Lu disse...

Flá, eu também sou bastante ansiosa, engulo muito em seco por muitas coisas que nem vem a acontecer, e tenho medo de muita, muita coisa. E medo não é covardia não senhora. Já diz aquela frase: !Corajoso não é aquele que não tem medos. É aquele que os enfrenta." Se não tivésses medos para enfrentar, não enfrentáriamos nada e não seríamos corajosas.
E nossa, amei seu comentário no meu blog. Imagine o quanto eu ia amar ver você assistindo uma peça minha? Hahaha.
Maldita distância!
Beijos flor!

Gabriela Freitas disse...

Flá eu também tenho medo, essa vergonha aí faz parte de mium desde que me conheço por gente. Gosto de me esconder e vou te garantir que o melhor esconderijo é dentro da gente (mesmo que ultimamente aqui dentro ande feio de doer, tanta magoa, dor e blá blá blá) é só aqui dentro que a gente se acha, que encontramos forças para superar os medos, vergonhas e tudo que nos faz querer sumir.

ღ Sensitivity ღ disse...

A coragem só existe por causa do medo. Talvez maior coragem nossa é saber conviver com esse medo. Sobre ansiedade sofro do mesmo mal. É algo terrível, concordo. Eu sinto isso no meu corpo, no meu coração e na minha alma. Porém, eu aprendi a viver com ele. Como? Nem sei, só sei que vivo. Adorei o texto, pois me identifiquei. Beijinhos.

Lilian disse...

Algumas pessoas tem medo de mudança eu tenho medo ue as coisas nunca mudem.
Chico Buarque

Lia Araújo disse...

a Lilian disse tudo!

obrigada querida, pelos votos de feliz aniversário... foram muito importantes! obrigada de coração!

bjos
otimo FDS

Tangerina disse...

aquele trecho, no blog da renata: "Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. [...] E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso"

descobri, na verdade não é do drummond como eu pensava... é shakespeare... tsc tsc... mas tudo bem. agora você já sabe...


e sobre esse negócio do medo... sei bem.
sabe flá... eu tenho na verdade uma neura eu acho... já passou até de medo...
e esse medo era de ser feliz...
de não conseguir acreditar em ninguém... de achar que sempre vão me sacanear... que sempre vão vir com alguma "coisa-que-esqueci-de-te-contar"...
=)

e não tem terapia que ajude.

um beijo.

Ligia L. disse...

Eu também tenho medo de cada coisa U.U
as vezes eu tenho medo a te e sentir medo HAUEHUAEHUAHE