sábado, 30 de abril de 2011

naufrágio

Já aconteceram muitas vezes mas ainda não consigo identificar o por quê, muito menos como fazer com que pare. Me sinto como uma solitária no meio de uma praia imensa e fria, enquanto assisto um barco tomar o rumo errado e naufragar. Vejo ele ao longe tomando o percurso errado, envergando para onde não deve envergar. Grito desesperadamente no meio da praia, ali solitária. “Alguém ajuda, pô, ajuda!!” E nada. Ninguém. E no fundo lá vai o barco, cada vez mais distante, cada vez mais errante. De repente ele toma de vez o percurso errado e vejo uma tsunami enorme vindo com toda a força. Grito com todas a minha garganta, a todo pulmão, aceno, choro, perco a voz. “Ninguém tá vendo que esse barco ta indo pro lado errado, porra?” E lá vai ele. Indo de encontro certeiro para a turbulência, a onda vindo com cada vez mais força, arrancando pedaços do casco, o navio afundando, despedaçando, se perdendo. Sento na areia e choro, desesperadamente, choro por saber que não tem mais jeito, agora já era. Foi. Choro por saber que eu estava lá dentro, e que naufraguei. Errei mais uma maldita vez.

5 comentários:

disse...

Flá... nao sei o que pode estar acontecendo com voce, em sua vida. Mas tranquilize-se, que tudo vai se normalizar!
um beijo.

Lia Araújo disse...

Mas, depois o que fica depois do naufragio é o essencial..

bjos querida
otima semana

O Universo dos Pensamentos disse...

Nossa, por muito tempo tive sonhos me afogando, ou seja... dentro de algum rio muito fundo, só que eu no sonho sabia nadar de alguma forma eu conseguia.

Um sufoco...

Bom dia

Cáh disse...

"Depois da onda pesada, a onda zen..."


um beijo Flá

Beatriz Amorim disse...

Olá. Flá!
Primeiro, queria agradecer a visita ao meu cantinho. Será sempre bem vinda! (:

Escrevi sobre esse tema uns dias atrás, sobre os erros. Adorei a forma com que você escreveu, ficou muito bom! (:

Ainda mantenho a minha opinião. Por mais que seja difícil, errar é fundamental. Acho que só quando erramos realmente aprendemos. E temos a chance de não deixar o barco naufragar de novo, não pelo mesmo motivo pelo menos. ^^

Um beijo, querida. (: