segunda-feira, 18 de abril de 2011

mãos dadas

tinha um casal de velhinhos hoje no metrô. a senhora tinha os olhos bem claros e a pele bem trincadinha, as mãos cheias de manchinhas com unhas bem pintadas de um rosa quase violeta. eu apostaria que era italiana ou portuguesa, porque tinha aquelas bochechas rosadas e não era lá muito magrinha. levava no pescoço uma corrente com duas meninas e um menino de pingente. já o senhor era bem magrinho, tinha os olhos puxados, era japonês e tinha a pele lisa, lisa feito alga marinha, sem mancha nenhuma ou qualquer vestígio de envelhecimento. o cabelo era bem branco e arrumadinho pra trás, um charme. tinha as unhas das mãos bem cortadas, limpinhas. eu prestei bastante atenção nas mãos deles, ali, simples. estavam de mãos dadas.

era um casal lindo. um casal de velhinhos apaixonados, aliança dourada na mão esquerda, as mãos dadas. ele tinha um carinho por ela, conversavam animadamente. no meio da conversa uma parte do cabelo branco bem arrumado dele veio para frente e ela cuidadosamente o colocou para trás, logo depois, fez-lhe um carinho na maçã do rosto. um rapaz de mochila inconvenientemente decidiu ficar bem na minha frente me impedindo a visão, e eu tive que pender pro lado, pra ver direito. o jeito que ele olhava pra ela e segurava sua mão...

e aí aquela voz meio mecânica disse o nome da próxima estação e ele deu dois tapinhas na mão dela antes de se levantar e pegar umas sacolas que iam no chão. ela fez menção de que ia levantar e ele pediu que ela esperasse mais um pouco. quando já estávamos mais próximos da estação ele a ajudou a se levantar, pediu que ela colocasse a mão em seu braço e foram andando até a porta. as mãos encontradas de novo. e lá estava ele, dando um beijinho na testa dela. a porta abriu, e eles saíram, abraçados.

lembrei de nós dois, amor.
imaginei nós dois, amor.
assim,
um só,
sempre.

4 comentários:

Ana Lu disse...

Ai Flá, eu também fico emocionada com cenas assim, e sonho com a minha vida igualzinha daqui a alguns anos. Mas eu ainda não achei o amor, hahaha.
Beijos!

Gabriela Freitas disse...

Que lindo Flá, e que seja sim pra sempre! Toda sorte do mundo pra vocês flor.

Fernand's disse...

poucos são os que
chegam a ser
dois em um
tanto tempo...


lindo de ver.

bjsmeus

disse...

isso é tao raro... e tao lindo!!!
pq os casais nao sao todos assim? ou pelo menos a maioria? a vida seria mais facil e mais feliz.

beijos