segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

vem logo, amor

quando depois de passar o tempo todo assim colada em você
não só de alma, mas também de corpo
a distância
quando aparece
por mais curta que permaneça
parece de milhares de torturantes quilômetros

é quando volto para a contagem de horas
olhando o ponteiro de segundos passar preguiçoso
fechando os olhos no meio do dia
pra tocar seu rosto, sentir seu gosto

e assim com o tempo andando devagar
com o coração na mão a te esperar
te espero

vem logo, amor

3 comentários:

ligadona disse...

É meio melancólico mas é tão fofo!
=1

Flávia Campos disse...

É amor! Eu sinto isso!
Quase descreveu o que eu pensei ainda agora, quando ele foi embora!

Eu gostei! :)

Bianka disse...

ai que lindo! adoreii. to seguindo (: