quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Menina Malvada

Já faz um tempo que eu deixei de me preocupar com a vida dos famosos. É claro que como qualquer mortal eu ainda mantenho aquela chama acesa, curiosidade natural, mas nada comparado à fissura de comprar uma Contigo e uma Caras que eu sentia tempos atrás. Hoje eu gosto de acompanhar a carreira daqueles que admiro e com certeza a tal da Lindsay Lohan está bem distante do meu trópico de interesse. Pra mim ela é daquelas faz-tudo-mas-nada-direito. Canta, dança, e atua, mas é ruim em tudo.
Fiquei sabendo agorinha que ela está com outra mulher, e que tem casamento marcado, e que já pensam até em inseminação artificial para ter um filho. Olha, eu sou super a favor de qualquer demonstração de amor e sou completamente contra quem guarda algum preconceito quanto à isso, e torço mais mesmo é para que a pessoa se encontre e viva feliz. Eu não tenho nada a ver com a vida dessas duas, e quem sou eu pra opinar, mas se elas se gostam eu não vejo motivo nenhum que impeça.
O fato é que essa tal de Lindsay tanãnãnãnã é tão indiferente pra mim ( que dira a namorada! Sam quem?) que pra mim há muito mais que me preocupar do que isso. E depois de tudo o que eu já escutei falar dessa menina, - sexo, drogas, rock' roll - acho mesmo que é só mais um foguinho de palha. Tenho certeza que grande parte da comunidade gay não curte muito ter sua imagem vinculada à dela.
Mas isso é só pitaco, de uma menina malvada por aqui...

Ps1: Sim, eu assisti Meninas Malvadas, eu ainda era mais menina.
Ps2: A tal atriz-dançarina-cantora ainda não tinha mostrado à que veio ao mundo
Ps3: Eu sinto vergonha por ela.

Nenhum comentário: