quarta-feira, 12 de março de 2008

Na Contramão

Vocês já repararam na onda maluca de fim de relacionamentos no mundo ou é só no meu planeta que o povo cansou de namorar? Fiquei o maior tempo do mundo solteira e nesse período a Lei de Murphy se fez presente e bilhões de amigos começaram a namorar. a sorte é que uma ou outra amiga permaneceram na turma da folia e me faziam companhia quando os trilhares de amigos saíam.
Agora, em março, ficou um jogo de resta um - e não restou nenhum casal daqueles que namoravam durante todo aquele tempo. Eu não sei o que acontece no início de ano - se o pessoal espera passar as festas, se é no carnaval que o negócio se desenrola eu não sei.


Tem um casal de amigos meus que é surreal que tenham terminado. Eu já me imaginava até no casamento deles daqui uns anos mas agora já era, já foi, e um não quer olhar na cara do outro nem se estivesse repleta de diamantes e rubis. Mais chato ainda é quando todo mundo vai sair junto? E agora? Aquele clima chato que ficava na mesa quando o casal dava umas brigadinhas agora é permanente. Fica um disse que não me disse e um querendendo ter mais razão que o outro além de tentaram convencer nós - pobres solteiros - a acreditar em um ou em outro.
Engraçado é acompanhar todos esses relacionamentos de fora, durante todo tempo e ver como eles se desengrigolaram com o tempo. Estranho imaginá-los todos separados.
E mais estranho ainda é como a Lei de Murphy não descansa um só instante e tá se fazendo presente de novo, já que eu to indo na contramão. Enquanto tá todo mundo desiludido e enraivado do amor eu estou começando a pegar simpatia por ele de novo. Já me passou toda a raiva que eu tive lá atrás, e agora já não o vejo como um sacrifício.
Tava até querendo encontrar um candidato bem forte que me aceitasse como prêmio, onde viesse no pacote um relacionamento mais consistente e cheio daquelas briguinhas e manhas que só quem namora entende...

Nenhum comentário: