sexta-feira, 21 de março de 2008

Advogada de Defesa - Internet

Eu sou advogada de defesa da Internet. Sempre que começa alguma discussão em casa, no inglês, na faculdade, eu a defendo com a alma. Ela veio pra facilitar a vida de todo mundo e ainda tem gente que a recrimina. Um bando de gente que não sabe exatamente o que fala - sem dúvida nenhum a internet é um dos maiores avanços da modernidade. Possibilita troca de informações, maior rede de conhecimento, realização de pesquisas, estar em pedacinhos do mundo à cada instante. É uma avalanche de notícias que está pronta pra você abrir e utiliza-la da maneira como desejar.
E é aí que mora o problema - o problema não é a Internet em si, e sim quem a utiliza. Cabe à nós decidirmos como a manejar, e isso vai muito da nossa índole, do nosso caráter.

Se um dia algum idiota resolver banir a internet, seria um dos maiores regressos da Humanidade. Lá se vão os e-mails, as conversas com os amigos que moram longe, e o mais triste de tudo: Este blog. (rs)

A verdade é que no dia-a-dia mesmo, a Internet é minha maior fonte de lazer - conversar com os amigos sobre besteiras, saber quem tá namorando com quem, baixar a música do momento. Só que na prática eu nem sei mais como ia fazer um trabalho, pesquisa e afins. Fora que eu ia perder contato com um monte de gente! Quanta tristeza!

E esse papo de ler livro é balela - leio pelo menos dois por mês e consigo muito bem cultivá-los a parte da Internet, sou fã de carteirinha deles também. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. A falta da internet só acarretaria mais falta ainda: de amigos, de notícias, de informações, de lazer e etc. E poxa vida, o que seria da gente sem aquela última checadinha no orkut? rs...
--para Tudo De Blog

Beijoca,
Feliz Páscoa!

Nenhum comentário: