quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Corta, Pinta, Muda!


Acordei hoje de manhã toda quebrada. Esses vestibulares, essa angústia toda, no meu dicionário, tem o mesmo significado que insônia. Passei a noite assistindo os programas da Net (o que seria de mim sem eles?) e umas 4h da manhã, a insônia desistiu de mim e me deixou dormir em paz.
Enfim, não adiantou muita coisa, acordei às 10h sentindo que tinha dormido 10 min. Minha mãe me lembrou que eu tinha cabeleireira hoje. Eu pensei : Hoje? Poxa, hoje eu tô naqueles dias que a cama implora pra gente ficar em casa.
Me arrumei e fui.
Há meses que eu tô querendo mudar alguma coisa. Dizem que quando a gente sente necessidade de mudar alguma coisa na aparência é porque queremos mudar algo na nossa vida, que não podemos, como um emprego, uma situação, um caso amoroso, uma perda sem volta...eu tenho consciência que queria estar no Hawai agora, com o Rodrigo Santoro me abanando, o Brad Pitt me ligando querendo trair a Jolie, e mergulhando num mar límpido de dinheiro. Como essa mudança não está ao meu alcance... acabei mudando o cabelo.
Sempre fui loirinha, mas hoje dei uma caprichada. E quanta diferença! Depois da mudancinha, saí do salão beijando a cabeleireira, quase comprando a ceia de Natal pra ela! Comecei a achar graça nos motoristas nervosos no trânsito, a reparar no sol bonito, nos enfeites das casas...tudo muda quando a gente está disposto a mudar.
Antes de fazer as pazes com o mundo, a gente tem que fazer as pazes com os nossos tico-e-teco. São eles que inspiram todo o resto. Tudo depende do ângulo que a gente vê... e eu garanto que meu cabelo está lindo de todos os ângulos possíveis e imagináveis!
hahahaha.
Beijoca em todos!

Nenhum comentário: